quarta-feira, 29 de abril de 2009

Não apaguem a memória

A 13 de Março de 1975, ao chegar de mota a casa, Sergio Ramelli — estudante italiano de 19 anos simpatizante da organização juvenil Fronte della Gioventù — era brutal e cobardemente atacado por vários activistas do grupo de extrema-esquerda Avanguardia Operaia armados de chaves inglesas. Depois de um mês em coma e um breve momento de lucidez, Sergio acabaria por morrer a 29 de Abril de 1975.

2 comentários:

J.Carmo Moura disse...

Seja em que lugar for os "filhos-da-p..." são sempre os mesmos.Talvez o Sérgio Ramelli,um miúdo,um dia seja vingado...Lá,como cá!

Anónimo disse...

Vendetta!